ATIVIDADE FÍSICA PARA HIPERTENSOS


Por Guilherme Ribeiro


Exercícios físicos para hipertensos

A Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) na visão atual é classificada como uma doença crônico-degenerativa de natureza multifatorial, na grande maioria dos casos, assintomática, que compromete fundamentalmente o equilíbrio dos sistemas vasodilatadores e vasoconstritores que mantém o tônus vasomotor, levando a uma redução da luz dos vasos e danos aos órgãos por eles irrigados.

No Brasil, a HAS está relacionada com as principais causas de mortalidade, tais como o AVC (Acidente Vascular Cerebral) e o Infarto agudo do miocárdio, de acordo com o SIM (Sistema de Informações sobre Mortalidade).

Existem dois tipos de fatores que contribuem para o surgimento da doença: 1) Fatores modificáveis (sedentarismo, estresse, tabagismo, álcool, consumo excessivo de sal) e 2) Fatores não modificáveis (idade, raça, genética).

Além do tratamento medicamentoso, médicos indicam a prática de exercício físico aos pacientes de HAS, pois o exercício físico praticado regularmente provoca importantes adaptações que vão influenciar o sistema cardiovascular, reduzindo a pressão arterial em repouso e a resposta pressórica frente a estímulos fisiológicos, como o exercício físico submáximo e situações de estresse mental. Mostrando-se um grande aliado até mesmo para pacientes que fazem uso de medicamentos anti-hipertensivos, pois o treinamento físico colabora para o controle da pressão arterial e até mesmo a suspensão do medicamento.

1

Como podemos ver na imagem acima, a SBH(Sociedade Brasileira de Hipertensão) e o American College of Sports Medicine indicam exercícios aeróbicos que devem ser complementados com exercícios resistidos para o tratamento e prevenção da hipertensão arterial.

O American College of Sports Medicine (ACSM) e outras fontes importantes, concluíram que a atividade física aeróbica pode diminuir em média de 8 a 10 mmHg a pressão arterial sistólica e de 6 a 10 mmHg a pressão arterial diastólica. O programa de exercícios como caminhada, corridas leves, ciclismo e natação deve ter frequência igual ou superior a 4 vezes por semana com a duração inicial de 30 minutos tendo um aumento gradativo a 1 hora e a intensidade entre 40 a 65% da Frequência cardíaca máxima.

Em relação aos exercícios resistidos, recomenda-se que sejam realizados entre 2 e 3 vezes por semana, por meio de 1 a 3 séries de 8 a 15 repetições, conduzidas até a fadiga moderada (parar quando a velocidade de movimento diminuir).

Sempre tendo a supervisão de um profissional, pois alguns cuidados devem ser tomados:

  • Tomar a medicação correta
  • Parar se houver qualquer sintoma
  • Realizar aquecimento e resfriamento antes e após da atividade

Com a combinação de exercícios físicos, uma alimentação saudável e melhora de alguns hábitos de vida é possível diminuir o risco e auxiliar o tratamento desta doença silenciosa que acomete grande parte da população brasileira.


REFERÊNCIAS

SIM – Sistema de Informações sobre Mortalidade, Ministério da Saúde.

SBH(Sociedade Brasileira de Hipertensão) – VI Diretrizes da Sociedade Brasileira de Hipertensão, 2010

American College of Sports Medicine, 8ed., 2010

 

 

 

Um comentário sobre “ATIVIDADE FÍSICA PARA HIPERTENSOS

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s