O PERIGO DOS EXERCÍCIOS SEM SUPERVISÃO


Por Sarah Ramos – sarah@fisiologistas.com


O perigo de realizar exercícios físicos sem a supervisão de um profissional qualificado.

No dia 9 de outubro, o programa Conexão Repórter, que é exibido no SBT e apresentado por Roberto Cabrini, mostrou uma triste realidade que acontece na maioria das academias brasileiras. Durante meses de investigação a equipe do programa constatou várias irregularidades dentro das academias de musculação, que fazem o profissional de Educação Física ficar a cada dia mais distante da sonhada valorização dentro do mercado de trabalho.

Podemos ver no nosso dia a dia “profissionais” não habilitados para exercerem a função, academias que aceitam estagiários ministrarem aula, pois é mais barato à hora/aula do graduando do que de um profissional qualificado. Como a maioria das academias hoje são gerenciadas por empresários, os mesmos visam apenas o lucro, deixando de lado um dos pontos mais importantes que essa profissão se preocupa: a saúde do aluno.

O programa mostrou o caso de Maria Eugênia, uma modelo que sofreu um grave acidente ao se exercitar sem o acompanhamento de um professor habilitado. A jovem teve uma fratura na vértebra e recebeu a notícia de que nunca mais voltaria a andar, hoje ela conseguiu uma recuperação surpreendente e consegue caminhar com certa dificuldade. O acidente aconteceu ao Maria Eugênia ver uma famosa fazendo um exercício em uma rede social, chamado de “abdominal morcego”, e ao tentar executá-lo no seu pós-treino, sem acompanhamento de um profissional, acabou caindo e se lesionando.

abdominal-morcego

Abdominal morcego: O indivíduo prende-se pela perna de cabeça para baixo.

Infelizmente as pessoas não tem consciência desses perigos, afinal não possuem o conhecimento sobre alguns princípios científicos do treinamento, que são pertinentes aos profissionais de educação física. O princípio da Individualidade Biológica deixa claro que não existem indivíduos exatamente iguais e em função disto, o treinamento deve ser individualizado e prescrito para cada praticante.

Por falta de conhecimento e conscientização da sociedade sobre o assunto, falsos profissionais ganham dinheiro na internet prescrevendo exercícios e vendendo mentiras. As pessoas pagam por um treinamento em busca de milagres, mas que podem  criar o efeito contrário, sendo maléfico ao seu próprio corpo, como visto nessa reportagem.

Segue o link do programa:

-> https://www.youtube.com/watch?v=CQQyyJ_xUqQ


Texto por: Guilheme Ribeiro

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s