Ligamento Cruzado Anterior (LCA)


O ligamento cruzado anterior (LCA) é uma estrutura fundamental no joelho. A ruptura desta estrutura é a lesão ligamentar mais comum do joelho quando incluídas somente as roturas ligamentares completas. No meio esportivo, esta lesão é vista cada vez com mais frequência. Diversos são os exemplos de jogadores de futebol que apresentaram esta lesão, como Paulo Henrique Ganso, Nilmar, Alex Silva e Raí.

A lesão do LCA acomete principalmente indivíduos jovens e ativos e se caracteriza especialmente pela sensação de falseio do joelho observada em movimentos de mudança brusca de direção e corrida em terrenos irregulares.

A reconstrução cirúrgica é hoje o tratamento padrão em atletas, com a utilização de um enxerto, que pode ser retirado do próprio paciente, para substituição do ligamento rompido e sem função. No entanto, nem todos os pacientes com esta lesão obrigatoriamente necessitam de cirurgia. Em alguns casos, principalmente de indivíduos menos ativos, o tratamento não cirúrgico com uso de fisioterapia para fortalecimento muscular e treino neuromuscular pode evoluir com sucesso.

Como prevenir é melhor que remediar, diversos programas de prevenção para esta lesão foram criados englobando treino neuromuscular e proprioceptivo. Um Programa visando a prevenção desta grave lesão foi desenvolvido pela FIFA, o 11+, e vem sendo utilizado com sucesso no mundo todo.

Fonte: http://www.einstein.br/blog/paginas/post.aspx?post=1330

Anúncios

Um comentário sobre “Ligamento Cruzado Anterior (LCA)

  1. Republicou isso em Balaio de Tecnologia & Variedadese comentado:
    E essa matéria é para quem, como eu, passou por essa experiência absolutamente dolorosa e cruel. A dor lacerante do rompimento do ligamento fica, como um trauma, para sempre. E as consequências, as sequelas, são também para todo o sempre. Atletas de alta performance, jovens, com acesso a um pós-operatório de alto nível conseguem, com esforço e dedicação retornarem aos seus respectivos esportes.
    Para nós, os “peladeiros” de fim-de-semana, principalmente a partir de uma certa idade, o retorno às atividades esportivas é praticamente descartado. As estruturas complexas do joelho já bastante desgastadas, mesmo seguindo uma boa fisioterapia e fazendo exercícios de fortalecimento, não respondem mais com 100% de recuperação.
    Resta-nos a musculação, hidroginástica e caminhadas em terrenos o mais planos possíveis.
    Fica a dica!!!
    Espalhem por aí pelas redes sociais abaixo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s