É possível levantar peso sem danificar a coluna?


Ortopedistas indicam que sim. Enquanto alguns dividem opiniões de que uma pessoa deve levantar no máximo o equivalente a 50% do seu peso, outros preferem uma recomendação menos genérica, que individualize a capacidade de cada um.

Para carregar determinado peso, é preciso levar em conta o tempo de deslocamento com o peso em mãos, quanto a coluna será encurvada para carregar e a frequência da execução. Para quanto um trabalhador brasileiro pode carregar de peso?

Segundo a NIOSH (National Institute for Ocupational Safety and Health), órgão internacional que fixa normas para a questão, a carga máxima é de 25kg de peso máximo carregado durante o exercício das tarefas laborais. Porém, aqui no Brasil, os números são outros. De acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), o brasileiro pode carregar até 60kg, mas o legislativo está tentando reduzir a carga máxima para 30kg.

Para o presidente da Associação Nacional de Medicina do Trabalho (Anamt), Carlos Campos, que é médico e ergonomista, opina que “há um conjunto de condições que precisam ser observadas” para se avaliar o peso que uma pessoa deve carregar “sem prejudicar a saúde”. Isso inclui uma série de situações ligadas às condições da pessoa e ao tipo da carga: o tempo que vai ser empregado para o seu deslocamento; o esforço que vai ser feito para retirá-la de onde está colocada, e a forma com que ela vai ser conduzida pelas mãos, além da observância de detalhes sobre a manipulação com o auxílio de equipamentos.

Fonte: Portal da Educação Física

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s