Tecnologia marca 3º Congresso Brasileiro de Ciências do Futebol


Prof. Sandro Sargentin um dos palestrantes do evento

O futebol dos dias de hoje depende cada vez mais da ciência e da tecnologia para ser mais competitivo. Essa foi a principal mensagem passada no 3º Congresso Brasileiro de Ciências do Futebol (CBCF), que aconteceu neste último final de semana, entre os dias 27 e 29, no estádio do Canindé, em São Paulo.

Além de palestras, artigos científicos e cursos oferecidos com temas de grande importância para os profissionais da área de preparação física e fisiologia, o congresso trouxe novidades tecnológicas para o futebol brasileiro.

O grande destaque do evento foi a exposição de um software, idealizado pela empresa norte-americana Stats, que faz análises de rendimento de cada jogador em tempo real das partidas.

O programa, que mostra minuto a minuto estatísticas como distância percorrida de todos os atletas ou quantas vezes cada um tocou na bola, ainda não é vendido no Brasil.

Outra inovação do congresso foi um equipamento chamado Vertimax, já utilizado no treinamento de explosão, força e salto em atletas da NBA, NFL, NHL e até em clubes como o Arsenal, da Inglaterra.

“O diferencial do congresso deste ano foi o desenvolvimento tecnológico. Tivemos softwares, palestras e trabalhos científicos que abrangeram todas as áreas ligadas ao futebol. A qualidade dos profissionais envolvidos contribuiu muito para isso”, afirmou Alexandre Machado, preparador físico e diretor-técnico do congresso.

Além da tecnologia, o congresso abordou também outros temas nas palestras.

Os participantes do evento, que vieram de norte a sul do país, puderam debater sobre desenvolvimento de novas táticas de jogo, estratégias defensivas e ofensivas, marketing esportivo, preparação física e fisiologia.

Entre os palestrantes, estavam presentes o treinador Rodrigo Leitão, que é colunista da Universidade do Futebol, o jornalista dos canais ESPN e da rádio Eldorado/ESPN, Paulo Calçade, o atual técnico do Guarani, Vágner Mancini, o treinador da Portuguesa, Oswaldo Alvarez, o fisiologista do Botafogo, Altamiro Botino, e o diretor de marketing do Corinthians, Luiz Paulo Rosemberg.

“O nosso objetivo é cada vez mais amenizar a distância entre a parte acadêmica e a prática. Queremos sempre aumentar o conhecimento dos participantes”, explicou Daniel Portella, fisiologista e um dos idealizados do congresso.

Entre uma palestra e outra, foram expostos diversos artigos científicos feitos por profissionais da área de preparação física e fisiologia. Os trabalhos aprovados serão publicados na edição especial da revista Fitness e Performance digital.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s