Santos realiza trabalho de fisiologia na base para formar novos Meninos da Vila


Fisiologista Gustavo Magalhães realiza testes com os atletas da base

Para uniformizar o trabalho de preparação física de seus jovens talentos, o Santos FC contratou um fisiologista exclusivamente para suas categorias de base. Em menos de dois meses de trabalho, Gustavo Magalhães já implantou uma metodologia de trabalho para que os atletas revelados pelo Peixe tenham condições de chegar à categoria profissional no máximo de suas performances físicas.

Gustavo Magalhães, que trabalha em conjunto com os técnicos e preparadores físicos das categorias de base do Santos FC, conta que a nova metodologia de trabalho se baseia em três importantes pilares: prevenção de lesões, melhoria contínua das valências físicas (força, potência e resistência muscular, além de crescimento corporal) e dosagem correta da carga de treinamento.

“Sempre houve ótimos profissionais nas equipes de base do Santos FC, mas nosso principal objetivo é que haja sincronismo do trabalho de preparação física de todas as categorias do clube: desde o pré-mirim até o profissional. A ideia que o jogador sempre esteja preparado fisicamente para atuar na categoria acima de sua idade. Assim, ele não sentirá dificuldades quando subir de equipe”, disse o fisiologista.

Segundo Magalhães, em cada equipe da base santista, são enfatizados diferentes aspectos da preparação física. No time Mirim, de 10 a 13 anos, o foco é aprimorar a coordenação motora, ou seja, a capacidade de utilizar os músculos de forma mais eficiente.

Na equipe Infantil, entre 14 e 15 anos, o objetivo é iniciar o aprimoramento de força, potência e resistência muscular, além da capacidade aeróbica.

Entre os jogadores juvenis, de 16 e 17 anos, há uma programação de treinamento em que o trabalho físico é adaptado aos movimentos executados em campo. Já os atletas juniores, entre 18 e 20 anos, executam atividades similares à equipe profissional.

“Todas nossas atividades são feitas em acordo com o Departamento de Fisiologia do time profissional, coordenado pelo médico fisiologista Luís Fernando de Barros. Assim, conseguimos garantir que nossos atletas terão mais facilidade na transição entre as equipes de base e o time profissional”, completou Magalhães.

Fonte: http://www.santosfc.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s